fevereiro 07, 2010

Pão de fubá caboclo




Quando iniciei este blog eu vendia pães. Por isso coloquei a frase que está logo abaixo do nome Alecrim. Mas isto foi tão contraditório pois havia escrito apenas um post sobre pão, até hoje.

Fazer pães é uma paixão difícil de ser domada. Muitas receitas não dão certo ou chegam a um resultado desanimador. Mas a cada fornada a relação vai amadurecendo. Muitas vezes a vontade é de abandonar a empreitada. Se a escolha for esta, possivelmente lá na frente você irá se arrepender por não ter tentado um pouco mais. Esta arte requer persistência, obstinação. Todo o esforço vale à pena. O aroma que preenche o espaço da cozinha; o visual do pão quentinho saindo do forno; o orgulho de ter feito seu próprio pão, compensa toda a jornada. Aliás, não há uma pessoa que não fique impressionada com o feito e te faça mil elogios.

O que me fascina na produção de pães é a mágica. A alquimia da mistura dos ingredientes até o crescimento é algo inspirador. É semelhante à vida. Mistura, sova, descanso, sova, crescimento e depois nascer em todo o seu esplendor.

 O pão é o alimento mais reciclável na minha opinião. Pois pode se transformar em pudim, em pizza, torradas, bruschetas e se ficar duro, pode se fazer rabanadas e até farinha de rosca. Bem, o quê a imaginação ditar.

Com o tempo vem a segurança. Então qualquer receita irá ser adaptada para sua técnica, pois esta será aprimorada com o tempo. Pelo menos comigo aconteceu desta maneira.





Pão de fubá caboclo
( Adaptada para minha técnica de fazer pão)


Pães naturais - Romélia Meyer


Ingredientes
2 colheres, de sopa, de fermento seco para pão
1/4 de xícara de melado
1 colher, de chá, de sal
3 colheres, de sopa, de óleo ( costumo colocar de girassol)
3/4 de água fervente
1 ovo ligeiramente batido
1/2 de xícara de fubá
2 xícaras, aproximadamente, de farinha de trigo intregal

Para polvilhar o pão
1/4 de colher, de chá, de sal
1 colher, de sopa, de fubá


Preparo
Ferva a água. Em uma tigela pequena coloque o fubá, o óleo, o melado, o sal e derrame sobre tudo isso a água fervendo. Deixe amornar. Misture bem.

Em uma tigela grande coloque a farinha de trigo integral e o fermento seco misturando bem com um garfo. Junte o ovo e lentamente vá acrescentando a mistura do fubá até formar uma massa macia para ser amassada. Sove-a até ficar suave. Deixe crescer até dobrar de volume.

Pré- aqueça o forno - 180°C.

Sove novamente e divida a massa em duas partes. Colocar nas fôrmas ou modelar na forma desejada. Salpicar com o sal e o fubá misturados.

Assar até que fiquem dourados. Para saber se já estão prontos retire do forno e bata com o nó dos dedos. Se ouvir um som oco esta pronto. Caso contrário, retornar por mais 5 minutos ao forno.

2 comentários:

  1. ESSE SEU PÃO É UMA DELÍCIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIA! A CASA FICAVA TODA CHEIROSA E DEPOIS ..HUMMMMMMMMMMM QUE "DILIÇA" KKK!
    VC É MUITO FERA, AMOR!!
    TUDO QUE METE A MÃO, SAI BEM FEITO!
    O MEU PREFERIDO É DE ALECRIM!!

    TE AMO MUITO!!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário. Isso me incentiva muito.